quinta-feira, 16 de março de 2017

Caras Digital

Dalton Vigh está prestes a voltar aos palcos. O artista estreará no dia 30 de março a montagem de Uma Peça Por Outra no Teatro Aliança Francesa, em São Paulo. Nesta peça de teatro, ele terá a chance de atuar ao lado de sua mulher, Camila Czerkes, pela segunda vez. Vale lembrar que os dois se conheceram na primeira peça que fizeram juntos, Cloaca, em 2009, e são pais dos gêmeos Arthur e David






“Fiquei muito feliz de ser chamado para a comemoração dos 30 anos do Grupo Tapa em São Paulo, ainda mais por poder trabalhar de novo com a Camila, já que foi em uma peça do Tapa que nos conhecemos em 2009”, disse ele à CARAS Digital.



O artista está contente com a nova parceria do casal. “É uma delícia [trabalhar ao lado dela]. Por se tratar de uma comédia, nos divertimos muito nos ensaios e também em casa, onde passamos nossa cena e trocamos figurinhas sobre as outras”, comentou.
Dalton ainda revelou os desafios do novo trabalho. “A peça é composta de várias cenas e fazemos vários personagens diferentes  - em apenas uma cena, faço quatro – então temos a preocupação de que sejam completamente diferente um do outro”.
Além do teatro, o ator poderá ser visto em breve na série O Negócio, da HBO. “Faço um promotor que chega para atrapalhar os planos da Karin (Rafaela Mandelli) e está sendo muito bacana. A série tem um tratamento de cinema e o diretor, Michel Tikhomiroff, tem um olhar muito preciso e sabe dirigir os atores muito bem, estou gostando muito de participar”.

Fonte: Caras Digital

domingo, 5 de março de 2017

Dalton Vigh: “não tenho vontade de fazer novela agora”

Dalton Vigh falou com o Próximo Capítulo sobre televisão, teatro, paternidade e a vontade de fazer comédia. Ele ainda revela que está escrevendo roteiros para o cinema e que pretende ser diretor também. Confira!

 

“Eu gostaria de fazer mais comédia na tevê, mas não tem dado certo”. É em tom de desabafo, mas não de tristeza, que o ator Dalton Vigh confessa o desejo ao Próximo Capítulo. Afastado das telinhas desde o sucesso Liberdade, liberdade, novela em que se destacou como Raposo, Dalton revela que ainda não tem planos para outra novela.
“Estou morando em São Paulo e com dois filhos pequenos (ele foi pai dos gêmeos David e Arthur em julho), a logística de ir gravar no Rio fica complicada”, justifica. Para matar as saudades do ator de produções como Fina estampa, O clone e A casa das sete mulheres, o Próximo Capítulo traz uma entrevista exclusiva com ele. 


Você estará em breve em cartaz em São Paulo com a comédia Uma peça por outra e no cinema também vai estrelar a comédia A comédia divina. Mas na tevê você quase não faz comédia. Por quê?
Eu também gostaria de saber, rapaz! (risos). Tive personagens em novelas que achei que seriam cômicos, mas não aconteceu. Enquanto isso não se realiza vou fazendo comédia no teatro e no cinema porque eu adoro fazer rir. E o público também adora. É uma tradição do brasileiro gostar de comédias e eu faço desde antes de o stand up explodir.
Você volta à tevê na HBO numa participação em O negócio. Também não é uma comédia…
Não (risos). Mas vai ser uma participação rápida. Serei um informante das meninas da série. Foi muito bom fazer.
Dalton Vigh ao lado de Geovanna Antonelli em O clone
Dalton Vigh ao lado de Giovanna Antonelli em O clone
Por falar na produção da HBO, a tevê por assinatura vem investindo em programas nacionais. Isso representa uma crise nas novelas?
Não acho. É um campo em que estamos engatinhando ainda. Mas as produções são muito boas. Para o ator é muito interessante porque geralmente a tevê por assinatura grava em São Paulo. Ir para o Rio de Janeiro toda semana é desgastante.
Você já tem volta marcada para as novelas?
Não. Para te falar a verdade não estou com vontade de fazer novela agora. Tem a peça, os meninos pequenos. Minha vida está organizada em São Paulo. Mas, ao mesmo tempo, não estou fechado para as oportunidades.
Você acaba de ser pai pela primeira vez. Isso muda a maneira que você compõe um personagem?
Confesso que ainda não tinha parado para pensar sobre isso. Por enquanto muda na hora de estudar o texto por causa das fraldas e dos choros (risos) de duas crianças. Mas deve mudar, sim. Até porque muda a maneira de ver o mundo e isso reflete na composição do personagem.
Na produção de época A casa das sete mulheres
Na produção de época A casa das sete mulheres

Você está escrevendo dois roteiros para o cinema — um curta e um longa-metragem. Como está sendo essa experiência?
É um território ainda novo para mim. São três coisas ao mesmo tempo (os dois roteiros e a peça), por isso é um processo lento, sem pressa. Quando eu terminar, quero mostrar para a minha esposa (a atriz Camila Czerkes) e para colegas e amigos em que eu confio.
Você também vai dirigir. A carreira de ator está de lado?
Não. Sou primeiramente ator. Mas quando escrevo, já vou pensando na cena. Por isso devo dirigir, sim. Faço marcações que os outros diretores não entenderiam. Meus roteiros são muito particulares. Eu desenho desde menino e faço como se fossem storyboards. 

Fonte: Correio Braziliense

Dalton e Camila ensaiam peça

Casal estará com 'Uma Peça Por Outra', do francês Jean Tardieu, que estreia no final de março no Teatro Aliança Francesa em SP. 

A peça, dirigida por Brian Penido, marca os 30 anos do Grupo Tapa. Dalton está longe dos palcos desde 2014, quando integrou o elenco de Azul Resplendor e Camila, desde 2015, quando fez parte da comédia Não Sou Bistrô. 
Os atores se conheceram nos palcos em 2009, quando faziam parte de Cloaca.

Dalton e Camila voltam a contracenar no teatro
 

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Dalton Vigh dividirá o palco com a mulher

Dalton Vigh dividirá o palco com a mulher


Pai de primeira viagem, ator é só emoção ao falar dos filhos e da esposa




Pai de primeira viagem, Dalton Vigh é só emoção ao falar dos pequenos gêmeos David e Arthur, de apenas 7 meses. "Tem de ter babá (risos)", diz ele, ao explicar como faz para manter a rotina corrida ao lado da mulher Camila Czerkes, que trabalha como atriz. "Tem dia que ela ensaia, e eu não", explica, ansioso para a estreia do espetáculo "Uma Peça Por Outra", de Jean Tardieu, no Teatro Aliança Francesa.
Na peça, com estreia marcada para 30 de março, Camila também faz parte do elenco e a presença dela é fundamental para o marido. "Esse espetáculo comemora 30 anos de um grupo que eu gosto muito, o Tapa. Foi lá que eu conheci a minha mulher. Estamos juntos há 8 anos, então vamos aproveitar para comemorar", revela o ator, famoso por interpretar o inesquecível Clóvis, vilão de "O Profeta" (2006). "O antagonista te dá a oportunidade de arriscar mais. Eu me diverti muito fazendo esse trabalho. Acho que levo jeito para a vilania (risos)", avalia ele, ao revelar sentir saudade do personagem que maltratava a mocinha Sônia (Paolla Oliveira), na faixa das 18h, na emissora líder de audiência.
Embora não tenha sido o malvado da última novela das 23h, "Liberdade, Liberdade" - também na Globo - Dalton afirma que o papel foi um dos mais legais de toda a sua carreira. "Eu tive muito espaço para contribuir, sugerir. A gente não quer fazer só o que é esperado pelo diretor. Gosto sempre de levar algo a mais", justifica Vigh, pronto para se ver nas telonas. "Finalmente! (risos). Gravei 'A Comédia Divina' há dois anos e estou me roendo de curiosidade para assistir", conta ele ao DIÁRIO.
No filme - que é uma sátira baseada num dos mais famosos contos de Machado de Assis, "A Igreja do Diabo" - o ator interpreta Mateus, um jornalista meio bobo. "Me inspirei em um seriado que passava quando eu era criança e tinha um jornalista que fazia uma versão idiota do Cid Moreira. Ele era aculturado, não sabia nada das notícias que estava lendo (risos)", revela o ator.
Agora, com a experiência de "jornalista" no currículo, ainda que na ficção, Dalton já se sente mais livre para opinar sobre o trabalho da imprensa no Brasil. "A gente está vivendo um momento histórico no país. É recessão, impeachment, Lava Jato, coisas que as escolas vão estudar daqui a alguns anos. Acho que os jornalistas estão cumprindo o papel deles ao falar de tudo isso", afirma o artista de 52 anos.
Se o jornalismo ficou só na ficção, a paixão pela escrita é realidade na vida de Dalton Vigh. Com três roteiros em desenvolvimento, ele é modesto e garante que nem sabe se suas ideias vão vingar.
"Fiz a bobeira de falar isso para alguém e agora todo mundo me pergunta (risos). Sei como começar e terminar uma história, mas o meio delas tiram o meu sono. Estou fazendo no meu tempo e, quando ficar pronto, vou levar para alguns amigos verem se interessa", conta, animado para trabalhar, mas com uma condição: "Tento fazer minhas coisas no período da tarde, enquanto meus filhos dormem. Só de colocar o pé na rua, já sinto saudade deles. Paro para pensar até no que eles podem estar sonhando (risos)", brinca o pai coruja.

Fonte: Diário de S.P

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

FIM DE CONTRATO!

Liberdade pós-Globo: Dalton Vigh trabalha em peça de teatro e série para a HBO (Foto: Michael Willian)Protagonista de diversas novelas, entre elas Duas Caras, o ator Dalton Vigh não teve o contrato fixo com a Globo renovado no fim do ano passado.
A situação tem lá seus benefícios. “Já precisei deixar uma montagem no meio para atender a uma demanda de novela”, lembra. Agora mais livre, Vigh está cheio de projetos.
Estreia no dia 30 de março Uma Peça por Outra, de Jean Tardieu, no Teatro Aliança Francesa, como parte da comemoração dos trinta anos do Grupo Tapa. Também fará uma participação na série O Negócio, da HBO.

Fonte: VejaSP

sábado, 11 de fevereiro de 2017

Dalton e Camila encantam em fotos

 O casal estará no teatro no espetáculo 'Uma Peça Por Outra', que estreia mês que vem.



 



Fim da licença paternidade

Pai dos gêmeos Arthur e David, o ator Dalton Vigh, 52 anos, encara o primeiro trabalho depois de aumentar a família. E em grande estilo. Ele entra em cartaz no mês que vem com o espetáculo “Uma Peça por Outra”, de Jean Tardieu, em comemoração aos 30 anos do Grupo Tapa, em São Paulo, e irá contracenar com a mulher, a atriz Camila Czerkes. “Essa é a segunda vez que trabalho com a Camila. A primeira foi em “Cloaca”, em 2009, também com o Grupo Tapa, onde nos conhecemos”, diz. Vigh também estará no cinema, no longa “A Comédia Divina”, de Toni Venturi, em que interpreta um apresentador de telejornal e contracena com os atores Monica Iozzi e Murilo Rosa, entre outros. “O filme é baseado num conto de Machado de Assis e meu personagem, o Mateus, é um apresentador de uma emissora minúscula, vaidoso, metido a galã, que se acha tão importante e famoso quanto o William Bonner.”


Fonte: IstoÉ